Arteterapia

Arteterapia com crianças, adolescentes e adultos no contexto clínico, escolar e organizacional:

Este trabalho é realizado em consultório, individualmente, ou no contexto escolar ou organizacional.

No caso de escola ou empresa, deve-se realizar o contato com a profissional mediante telefone ou e-mail informando e especificando as questões que se apresentam para que a profissional possa avaliar a sua forma de abordagem e número de encontros. Neste caso, a profissional pode agendar encontro pessoalmente com os representantes da escola e/ou empresa.

Objetivos da Arteterapia:

 – Promover autoconhecimento;

– Gerar efeito terapêutico;

– Estimular a criatividade;

– Possibilitar reflexões e descobertas através das mais variadas formas de fazer arte (desenho, pintura, colagem, música, teatro etc), não havendo assim, a preocupação estética e artística.

A quem se destina:

A arteterapia é destinada a todos aqueles que buscam o autoconhecimento e a reflexão e pode ser utilizada para a prevenção de problemas pessoais e interpessoais, para promoção de qualidade de vida e bem-estar.

Assim, a arteterapia visa prevenir ou tratar de uma problemática de forma lúdica; buscando possibilitar a descoberta, o pensar e o refletir através do fazer arte e para isso existem variadas técnicas de arteterapia que são utilizadas de acordo com o contexto e a demanda.

Portanto, este trabalho torna-se relevante e necessário no contexto da clínica, com pacientes de qualquer idade, de forma individual ou em grupo; no contexto escolar com equipe pedagógica e/ou alunos e no contexto organizacional.

Diante dos mais variados problemas de relacionamento interpessoal que ocorrem nestes espaços, se faz necessária a presença de um psicólogo para avaliar as questões que permeiam o ambiente e realizar um trabalho de curto a médio prazo para lidar com as questões apresentadas, visando promover maior qualidade de vida para as pessoas envolvidas. E para isso, a profissional utiliza-se de suas técnicas de escuta e de arteterapia para tratar de diversas questões que ocorrem nestes ambientes, como o bullying, síndrome de burnout, assédio moral, problemas de relacionamento etc.